SALAR DE UYUNI – 2 DIA

SALAR DE UYUNI – 2 DIA

No outro dia, bem cedo, saindo do alojamento.
Enquanto o guia preparava o bagageiro, fomos dar uma volta para conhecer as redondezas a pé.

Trocamos os lugares na camionete, para o bem comum do grupo, e seguimos viagem. Fizemos uma parada no “Árbol de Piedra” que fica na porta de ingresso da Reserva Nacional da Fauna Andina Eduardo Avaroa. Por isso, é de extrema importância manter seu bilhete de entrada adquirido no dia anterior a salvo, pois você precisará dele.   Esta pedra é uma formação eólica que se destaca de um conjunto de rochas vulcânicas de diferentes figuras. Com o formato de uma árvore, ela tem 5 metros de altura, aproximadamente. Este lugar é conhecido pelos fortes ventos do período da tarde. Sorte que passamos por ali no período da manhã, onde os ventos já estavam bem violentos para mim.

arbol-de-piedra-1 arbol-de-piedra-2

Não façam isso em casa, rs!

arbol-de-piedra-4

Coelho Selvagem

Durante a viagem, encontramos esse lindo coelho selvagem, na beira da estrada.

Seguimos viagem, e nossa próxima parada foi na Laguna Honda, que dispensa comentários de tanta beleza!

laguna-honda-1

Laguna Honda

laguna-honda-2

Um pouco mais adiante, fomos ver os flamingos de perto, em uma outra laguna maravilhosa.

laguna-honda-3

Diversos flamingos, bem pertinho de nós. Show de bola!

laguna-honda-5 laguna-honda-4

Vale lembrar que ficarão sem conexão por toda viagem, e se não for tão viciado poderá passar os 4 dias sem internet. Para os mais desesperados, ao lado desse lago dos Flamengos há um centrinho comercial onde  é possível pagar BS 20,00 por  15m de wi-fi. Neste lugar há um hotel de sal e um espaço onde algumas expedições param para fazer o almoço.

wifi wifi1

Neste lugar foi o guia que preparou mais uma vez nosso almoço, que aliás estava bem simples e gostoso, e seguimos viagem.

laguna-honda-6

Nosso almoço

Próxima Laguna foi a Canãpas, uma laguna muito bonita e cheia de flamingos. Realmente impressionante.

laguna-honda-8

Depois, seguimos para o Mirador de Volcán Ollagüe, lá fomos presenteados com uma linda paisagem ao fundo do Vulcão Ollague. Esticamos as pernas, e nosso segundo dia de passeio chegava ao fim.

laguna-honda-10

Volcán Ollagüe

laguna-honda-14

Felicia, Leo, Eu, Patricio e Andrea ( nossos amigos chilenos, que fizemos durante a viagem) e a Thalice.

laguna-honda-12

Seguimos em direção ao Hotel de Sal, onde passaríamos a noite no segundo dia.

hotel-de-sal-2

Hotel de Sal

hotel-de-sal-3

As paredes são realmente de sal.

hotel-de-sal-4

Mesas são feitas de Sal.

hotel-de-sal-5

Nosso quarto

Nosso quarto

hotel-de-sal-8

Eu e algumas Lhamas na porta do Hotel

 

Apesar de o Hotel ser muito humilde, era feito totalmente de sal, suas paredes, os degraus  do corredor, o próprio chão, as camas dos hóspedes, as mesas e etc. Houve um acontecimento engraçado e ao mesmo tempo desesperador para o pessoal do Hotel, na hora do jantar. Nosso grupo estava jantando, quando acidentalmente eu derrubei uma taça de vinho na mesa. No mesmo instante, apareceu uma mulher da cozinha secando a mesa e dizendo que se eu ”estragasse” iria pagar rs. Passado toda a turbulência pelo meu desastre, fomos todos dormir e nos prepararmos para o Salar de Uyuni no outro dia.

CONTINUA

Clique aqui, e veja o 3 dia de viagem ao Salar de Uyuni

Comentários

  1. IBER DELGADO
    20 nov 2016

    Muy buen blog amigo!

    Saludos desde San Pedro de Atacama, Chile

    Responder

Deixe seu comentário:





Back to Top